jump to navigation

INVESTIGADORES NORTE-AMERICANOS DESCOBREM VUNERABILIDADE NO VIH Fevereiro 15, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia.
add a comment

proteina.jpgSegundo notícia da revista Nature, investigadores medicos norte-americanos descobriram um “calcanhar de Aquiles” na armadura em constante mutação do VIH.

O vírus da SIDA escapa ileso ao sistema imunitário humano porque as proteínas que cobrem a sua superfície estão em constante mutação estrutural.

No entanto, estes investigadores descobriram um local do vírus (a glicoproteína gp120) cuja estrutura permanece inalterada e demonstraram como um anticorpo específico (o anticorpo B12) se pode ligar a este local!

Na prática, o que este anticorpo faz é ligar-se ao vírus como se fosse uma pastilha elástica numa chave, que impede que a mesma entre na fechadura. Analogamente, o VIH fica impedido de irromper pela parede das células.

Se o organismo humano for estimulado a produzir as sua próprias réplicas deste anticorpo antes da infecção, então,  em teoria, tal permitiria que o sistema imunitário atacasse o vírus e prevenisse a infecção.

“Durante muito tempo, as pessoas têm-se indagado se uma vacina contra ao VIH seria alguma vez possível”, diz Peter Kwong do US National Institute of Allergy and Infectious Diseases em Bethesda, Maryland, que liderou a investigação. “O que estas  descobertas dizem é que tal não é apenas um sonho – há realmente uma vulnearabilidade!”

Esta descoberta pode, sem dúvida, ser um passo de gigante na procura de uma vacina para uma doença que afecta 1% da população mundial e que se estima ter já morto mais de 20 milhões de pessoas.

NOVO RELATÓRIO SOBRE O AQUECIMENTO GLOBAL Janeiro 31, 2007

Posted by Rui Formiga in Ciência e Tecnologia, Media.
35 comments

Aquecimento GlobalSegundo um texto preliminar do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (criado em 1988 pela Organização Meteorológica Mundial e pelo Programa Ambiental da ONU) a que o jornal australino The Age teve acesso, o aumento das temperaturas globais vai, em 2080, reflectir-se num drástico aumento dos flagelos como a fome a seca. O estudo indica que o número de pessoas afectadas pela fome se situará entre os 200 e os 600 milhões.

No que diz respeito a falta de água, este negro relatório adianta que é um problema que se fará sentir, sobretudo, na China, Austrália e algumas zonas da Europa e dos Estados Unidos da América, onde 1,1 a 3,2 mil milhões de pessoas serão afectadas.

E se por um lado vai haver falta de água própria para consumo, por outro o progressivo descongelamento dos pólos poderá vir a causar cheias que, segundo o estudo, vão submergir cerca de 7 milhões de casas assentes em zonas litorais.

Ainda de acordo com este documento, os glaciares europeus deverão desaparecer dos Alpes centrais, enquanto algumas ilhas do Pacífico devem ser gravemente atingidas pela elevação dos mares e intensificação da frequência e grau de devastação das tempestades tropicais.

VULCÃO EM ERUPÇÃO LANÇA DETRITOS A 5 KM de ALTURA Janeiro 23, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia.
10 comments

vulcao.jpgSegundo notícia do jornal Diário Digital, o vulcão Shiveluch, na Península de Kamchatka (Rússia) está desde ontem a lançar detritos vulcânicos (fumo, gases e cinzas) a 5 000m de altura, segundo informações da Estação Sismológica de Primorie.

Esta Península russa agrupa 68 vulcões, numa cordilheira de 700 km de longitude, que representam 12% da actividade vulcânica do nosso planeta.
 
O fumo e os sismos estendem-se a um raio de mais de 50 km do Shiveluch, em actividade desde há vários meses, com maior incidência desde Dezembro, altura em que despertou a curiosidade da comunidade científica internacional, que desde então o tem vindo a estudar. Os cientistas informaram, entretanto, que as erupções deste vulcão não são perigosas, já que está muito afastado das populações.

Este vulcão registou em 1854 e em 1964 erupções classificadas como «catastróficas», apesar de não terem causado vítimas ou danos materiais.

SUBIDA DAS ÁGUAS DO MAR AFUNDA ILHA Janeiro 11, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia, Sociedade.
3 comments

Aquecimento GlobalA ilha de Lohachara, na Índia, ficou literalmente afundada há cerca de 15 dias.

Esta submersão irreversível foi gradual e  provocada pelo aumento do nível das águas dos oceanos, devido ao aquecimento global.

O afundamento desta ilha deserta, outrora “casa” de 10 000 habitantes, foi detectado por imagens de satélite que mostram também o desaparecimento das ilhas de Suparibhanga e de Ghoramara, podendo outras dez ilhas do delta indiano entrar em processo de submersão.

Em Portugal, estudos recentes mostram que num prazo de 60 a 100 anos, a cidade de Angra do Heroísmo, nos Açores, poderá ficar totalmente submersa, bem como uma grande parte do litoral português.

Para quem julgava os avisos da comunidade científica agoirentos e infundamentados (antes o fossem…), aqui estão as primeiras provas.

ELES VÊM AÍ Janeiro 9, 2007

Posted by Mário Ventura in Ciência e Tecnologia.
add a comment

Segundo noticia a Reuters esta terça-feira, a agência espacial da França deve disponibilizar brevemente através da Internet o seu arquivo de relatos sobre ovnis e outros fenómenos. Ainda assim, é seguro que todas as pessoas que deram os seus depoimentos serão mantidas no anonimato para protegê-las do assédio dos fanáticos por esta temática. Arquivo francês online brevemente

Ao todo, a empresa francesa conta com cerca de 1600 incidentes na sua base de dados, que deverão começar a ser divulgados online no final deste mês. Neste banco de dados estão reunidos mais de 6000 relatos, muitos deles sobre os mesmos incidentes, todos eles de pessoas comuns ou pilotos profissionais que assistiram a fenómenos paranormais.

Os avanços tecnológicos realizados nas últimas três décadas servem de motivação para esta decisão de colocar o valioso arquivo na Internet, ao que tudo indica no próprio site da entidade: www.cnes.fr.

99,9% DAS NOTAS DO REINO UNIDO TÊM VESTÍGIOS DE COCAÍNA Janeiro 8, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia, Sociedade.
add a comment

Nota de 20 LibrasSegundo notícia avançada pelo Daily Telegraph, 99.9% dos 2 biliões de notas em circulação no Reino Unido teve contacto com cocaína.

O estudo foi feito pela empresa Mass-Spec Analytical que testou 1500 notas de 10 e 20£ provenientes de bancos de 9 regiões, rurais e urbanas.  Foram também encontrados vestígios de cannabis e de ecstasy, embora em quantidades mais baixas, já que estas substâncias tendem a degradar-se rapidamente.

Segundo a empresa, estes resultados devem-se ao facto de as fibras das notas terem uma elevada afinidade para com o pó da cocaína que, quando se fixa, dificilmente volta a sair.

A notícia conclui que estes resultados (chocantes!) se devem ao facto de a cocaína ser associada às “celebridades”. Este motivo fez com que tenha deixado de ser a “droga dos ricos” para passar a ser bastante popular entre os frequentadores de discotecas e até entre crianças em idade escolar…

Estudos do género foram realizados em Espanha e na Alemanha, com resultados similares, o que, por extrapolação, nos leva a crer que qualquer semelhança em Portugal com os resultados deste estudo não será pura coincidência…

EUA IRÃO COMERCIALIZAR ALIMENTOS OBTIDOS A PARTIR DE ANIMAIS CLONADOS Janeiro 5, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia, Sociedade.
add a comment

O Governo dos EUA declarou no passado dia 21 de Dezembro que o leite e a carne obtidos a partir de animais clonados são tão seguros como os seus homólogos obtidos a através de processos convencionais de criação de gado.

A FDA (Food and Drug Administration), que tem acompanhado os estudos sobre esta questão durante os últimos 5 anos, acredita que estes produtos são tão seguros que nem será necessário utilizar regras de etiquetagem que indiquem que estes produtos são obtidos a partir de animais clonados.

O documento legislativo que, ao que tudo indica, aprovará a comercialização destes produtos, está neste momento em discussão pública e prevê-se que seja aprovado e publicado nos próximos meses.

Entretanto, uma sondagem recente indica que 64% dos americanos se sentem desconfortáveis com o facto de virem a consumir este tipo de alimentos.

Apesar de técnicas como a clonagem ou a modificação genética de organismos terem um enorme potencial para a criação de alimentos baratos e de grande qualidade (virtualmente, os produtores de animais clonados podem clonar animais de qualidade superior) que seriam tão úteis para erradicação da fome principalmente nos países de África, remanescem duas questões: serão estes alimentos realmente seguros para o consumo humano? Não terão os consumidores o direito de saber que estão a consumir produtos obtidos fora dos métodos tradicionais?  Será que a Europa, tão politicamente comprometida com a saúde e segurança do Homem e do Ambiente, seguirá este caminho?

Sem dúvida que estas questões e muitas outras relacionadas com ética,  farão correr muita tinta no decorrer deste ano…

NOVA ESPERANÇA NO COMBATE AO VIH Janeiro 3, 2007

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia, Sociedade.
2 comments

hiv.jpgSegundo uma notícia da revista ‘Journal of Pharmaceutical Sciences’, investigadores da Universidade de Utah nos EUA estão a desenvolver um gel que funciona como uma barreira protectora contra o VIH para mulheres. 

Segundo o artigo, este produto, inicialmente na forma líquida, transforma-se numa cobertura de gel quando inserido na vagina e quando exposto ao esperma retorna à forma líquida, libertando uma droga antiviral que ataca o vírus da SIDA.

O produto tem como principal objectivo proteger as mulheres contra o VIH, principalmente nos países em vias de desenvolvimento, onde o número de infectados por este vírus não pára de subir, o número de abusos sexuais é alto e o acesso ao preservativo é muitas vezes praticamente impossível.

Segundo os investigadores que lideram este estudo, a potencial vantagem deste gel é ter uma duração muito mais longa, ou seja, trata-se de um antiviral cuja administração poderá ser usada uma vez por dia ou uma vez por mês. Testes feitos em laboratório demostrararam que o gel não deve causar efeitos secundários.

Sem dúvida, uma nova esperança no combate a este flagelo!

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS SÃO IRREVERSÍVEIS Dezembro 27, 2006

Posted by Nuno Formiga in Ciência e Tecnologia, Sociedade.
2 comments

Segundo o diário espanhol El País, um grupo de 2 500 cientistas constituintes do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da ONU atribuiu pela primeira vez, de forma inequívoca, responsabilidades às actividades humanas no que diz respeito às alterações climáticas . Este estudo afirma ainda que o aquecimento global e a subida das águas do mar são irreversíveis, mesmo que fossem eliminadas hoje as emissões responsáveis por este fenómeno. 

O aquecimento global é provocado pelos chamados Gases com Efeito de Estufa (GEE). Os gases que mais contribuem para este efeito são o dióxido de carbono, o metano, o óxido nitroso, os hidrogenofluorocarbonetos, o vapor de água, entre outros.

Todos estes gases têm a capacidade fisico-química de reter grandes quantidades de calor nas suas estruturas moleculares, servindo como barreira à dissipação do mesmo para a parte superior da atmosfera. O aumento da quantidade destes gases na atmosfera está directamente relacionado com o aumento da queima de combustíveis fósseis que, grosso modo, tem como produtos da reacção o dióxido de carbono e o vapor de água.  

image0031.jpg
Ilustração do Efeito de Estufa

O efeito de estufa ocorre naturalmente na Terra  sendo o responsável pelas temperaturas amenas que permitem a existência de vida no nosso planeta.  No entanto, à medida que estes gases se forem acumulando, maior será a retenção de calor à superfície da Terra, o que provocará um aumento gradual da temperatura, o degelo dos glaciares (que já se iniciou) com o aumento gradual das águas do mar e a ocorrência de fenómenos atmosféricos pouco habituais em certas zonas do globo (furacões, tempestades tropicais, etc). 

À partida poderá pensar-se que este problema é exclusivo de países fortemente industrializados mas, tendo em conta que não há fronteiras para atmosfera e que as massas de ar (causadoras dos fenómenos meteorológicos que conhecemos) se deslocam constantemente o problema é de todos nós! Assim, torna-se fulcral que sejam tomadas medidas tecnológicas a nível global, sem excepções, a bem do futuro do nosso planeta! 

Na Cimeira de Nairobi, decorrida em Novembro e onde foram debatidas as acções a tomar no período pós-2012 (pós-Quioto), foi pela primeira vez demonstrada vontade política para mudar as políticas ambientais por parte dos EUA e do Canadá, dois dos países com mais fortes responsabilidades neste campo e que, até à data, se têm alheado do problema. 

É certo que tem que partir de todos nós o desejo a atitude de querer inverter esta situação. Mas, a que custo? Apesar de ser desejo de alguns movimentos mais “verdes” terminar com a indústria, tal é profundamente indesejável tendo em conta que é essa mesma indústria que equilibra a economia mundial e fornece as commodities (os automóveis, por exemplo) de que ninguém está disposto a abrir mão.  

Neste momento, a indústria (principalmente a europeia, sujeita ao Comércio Europeu de Licenças de Emissão) é mesmo o sector económico que mais restrições tem sentido e, por isso, o que tem menos margem de manobra.  A solução passa assim por um investimento cada vez maior na sensibilização das populações, no desenvolvimento de redes de transportes públicos rápidos, frequentes, confortáveis e de elevada qualidade e na investigação e desenvolvimento de novas tecnologias que permitam, gradualmente, reduzir as emissões dos GEE.  

É uma verdade que as novas descobertas são, na sua maioria, fruto do acaso ou de largos anos de investigação. Mas é da responsabilidade de todos os Governos (sem excepção!) tomar medidas para que esta calamidade anunciada não tenha os efeitos que, ao que tudo indica, serão catastróficos já na geração dos nossos filhos! 

INFORMÁTICA DE VANGUARDA Novembro 22, 2006

Posted by Rui Formiga in Ciência e Tecnologia.
add a comment

Um professor universitário japonês criou, recentemente, um computador onde é possível escrever com a simples acção de olhar para os caracteres presentes no monitor.JAPAN HI-TECH

Kohei Arai é o nome do criador do protótipo, docente do ciências da computação na Universidade de Saga, no sul do Japão. O seu principal objectivo foi criar uma ferramenta que possa vir a mostrar-se útil na medicina, nomeadamente em pessoas que não consigam verbalizar e tenham problemas motores ou que tenham sofrido acidentes que impliquem a incapacidade de usar as mãos.  Este sistema inovador funciona com base numa câmara de vídeo especial ligada a um computador e suportada por software de apoio. Centrando-se no centro da face do utilizador, a câmara define seis pontos virtuais em torno dos olhos, pontos estes onde vão haver alterações de sombra e luz, o que torna possível o reconhecimento das deslocações do campo visual.

Para que o sistema funcione plenamente, o utilizador deve ter o rosto a 30 cm do monitor, onde uma letra do teclado virtual se encontra a 2,5 cm de distância em relação à próxima. Arai espera conseguir ajudar pacientes internados em hospitais, cuja incapacidade de falar faz com que um pedido de auxílio a uma infermeira seja uma barreira quase intransponível.